Bancos

Banca empurra clientes do crédito à habitação para taxa fixa a 30 anos 

Banca empurra clientes do crédito à habitação para taxa fixa a 30 anos 

Apesar de a taxa Euribor, que orienta o valor a pagar pela maioria dos créditos à habitação, estar em mínimos históricos, é possível pagar mais para ter taxa fixa.

Para incentivar esta modalidade, já há bancos a oferecer taxa fixa a 30 anos - o prazo máximo desejável para a maioria dos contratos, segundo o Banco de Portugal - e a valores praticamente idênticos aos da taxa variável atual. Ou seja, os bancos "apostam" que a Euribor não vai subir.

"Há previsões macroeconómicas que apontam para que a taxa Euribor se mantenha negativa pelo menos até 2022/2023. Em princípio, com este cenário e do ponto de vista do cliente, a taxa fixa não compensa nos prazos mais curtos, uma vez que o diferencial para a variável ainda é grande", analisou Nuno Rico, economista da Deco Proteste. "Apesar de já haver ofertas com apenas 1% de diferencial entre a taxa fixa e a variável, é sempre uma opção pessoal, mais relevante para quem tiver dificuldades em ter prestações que variam e para quem prefere pagar essa espécie de seguro para ter uma prestação à prova de subida dos juros", completou.

Leia mais na edição impressa ou na versão e-paper