Reestruturação

Banco Popular Portugal passa a sucursal espanhola

Banco Popular Portugal passa a sucursal espanhola

O Banco Popular Portugal vai passar a ser uma sucursal do espanhol Banco Popular, informou esta quinta-feira a instituição em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Na informação ao mercado foi comunicada a aprovação de um projeto de "cisão parcial transfronteiriça intracomunitária do Banco Popular Portugal (...) a favor do Banco Popular Espanhol" que tem como uma das consequências que este constitua "uma sucursal para o exercício da referida atividade em Portugal", que "manterá a atividade de locação financeira e imobiliária".

O Banco Popular Portugal está em processo de reestruturação em Portugal, tendo sido conhecido em novembro que a instituição vai encerrar 47 agências e cortar o quadro de pessoal em 295 trabalhadores.

Este processo era para ter sido concluído até final do ano, mas para já ainda não há informações sobre como decorreu e as saídas de funcionários exatas.

O Popular Portugal contava, em junho, com 1159 trabalhadores em Portugal e uma rede de 166 balcões, segundo os dados compilados pela Associação Portuguesa de Bancos (APB).

De acordo com a informação a que a Lusa teve acesso, o Banco Popular encetou um processo de rescisões por mútuo acordo, propondo aos trabalhadores que aceitem dois meses de salário por cada ano de serviço, assim como um seguro de saúde através do subsistema de saúde dos bancários SAMS, durante um ano após o fim de contrato.

O banco tem ainda em curso um processo de reformas antecipadas para trabalhadores a partir dos 57 anos.

Com a passagem a sucursal do Banco Popular Portugal, a garantia dos depósitos é dada pelo Fundo de Garantia espanhol, cujo limite é o mesmo de Portugal (e em toda a União Europeia) de 100 mil euros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG