Economia

Bancos portugueses também estão a negociar com o Estado

Bancos portugueses também estão a negociar com o Estado

A secretária de Estado do Tesouro, Maria Luís Albuquerque, disse esta terça-feira que há bancos portugueses a renegociar contratos 'swap' e que o eventual cancelamento vai depender do desconto que os bancos fizerem.

Questionada à margem da comissão de inquérito sobre se há bancos portugueses (além do Santander Totta) que estejam em conversações com o Estado para cancelar contratos 'swap', a governante respondeu afirmativamente, mas não adiantou pormenores.

"Havia os contratos urgentes que se pretendeu fechar de imediato, agora os outros serão feitos em função da avaliação dos contratos e sobretudo do desconto que se possa obter. Se fizer sentido financeiramente podem ser desfeitos todos", disse aos jornalistas Maria Luís Albuquerque.

A governante disse ainda que à medida que a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública - IGCP fechar mais contratos que "irá dar a informação à comissão de inquérito".

De acordo com a informação enviada à Comissão de inquérito, a que a agência Lusa teve acesso, dos contratos 'vivos' a 31 de dezembro, a Caixa Geral de Depósitos tem quatro contratos 'swap' com o Metro de Lisboa, o BCP um com o Metro do Porto, o BPI um com a Transtejo e o BES, quatro com Metro de Lisboa, Carris, CP e TAP.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG