O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Bazuca não resolverá falta de casas para famílias carenciadas

Bazuca não resolverá falta de casas para famílias carenciadas

Há quase mais 10 mil agregados registados. Governo admite que será preciso manter ativo o 1.º Direito, para além de 2026.

O programa 1.º Direito, que visa garantir o acesso a habitação nova, reabilitada ou arrendada a famílias carenciadas, não se extinguirá em julho de 2026 com o fim do financiamento da bazuca. O Governo admite que os 1,21 mil milhões de euros inscritos no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não serão suficientes para dar um lar condigno a todas as pessoas sem capacidade financeira para aceder a uma casa no mercado regular. O Ministério das Infraestruturas e Habitação garante, ao JN, que, nos 113 concelhos com acordos celebrados, foram identificadas 35 169 famílias necessitadas de alojamento, superando largamente os 26 mil fogos que o PRR financiará.

São quase mais 10 mil agregados. O objetivo do Governo é fechar acordos com todas as câmaras do país, prevendo-se que sejam assinados os protocolos de colaboração com mais 57 autarquias nas próximas semanas, engrossando a lista das necessidades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG