BCE

BCE: Constâncio tem "todo o apoio do Governo"

BCE: Constâncio tem "todo o apoio do Governo"

Ministro das Finanças diz que Vítor Constâncio terá "todo o apoio do Governo, em particular o primeiro-ministro", se decidir candidatar-se a vice-presidente do Banco Central Europeu.

"Faremos tudo o que está ao nosso alcance para permitir que um português ocupe um lugar de tanto prestígio e importância no sistema monetário europeu", reforçou Teixeira dos Santos, ontem, quinta-feira, pouco antes de participar na entrega de diplomas a 73 alunos do curso de MBA executivo da Escola de Gestão do Porto.

O ministro destacou ainda que "tem havido várias personalidades, a nível europeu" a incentivar Vítor Constâncio para se candidatar a vice-presidente do BCE, o que em sua opinião mostra "o prestígio, respeito e a credibilidade que o governador do Banco de Portugal tem entre os seus pares".

O ministro Silva Pereira admitiu, quinta-feira, que o nome do governador do Banco de Portugal é uma das possibilidades para a vice-presidência do BCE, hipótese que "já foi discutida a nível internacional e tem receptividade junto dos vários países".

"É uma decisão que caberá a Vítor Constâncio tomar mas, se ele decidir candidatar-se a esse cargo, pode contar com todo o apoio do Governo, em particular do primeiro-ministro e com o meu para vir, de facto, a ocupar esse lugar", reforçou Teixeira dos Santos.

Questionado sobre se já tinha começado a pensar num nome para substituir Vítor Constâncio, o ministro garantiu que ainda é cedo para isso, pois o actual governador do Banco de Portugal "nem sequer é candidato".