Economia

BCE deve manter taxas de juro em mínimos até meados de 2020

BCE deve manter taxas de juro em mínimos até meados de 2020

O Banco Central Europeu (BCE) indicou, na quinta-feira, que as suas taxas de juro, que estão em mínimos históricos, não devem aumentar antes do fim "do primeiro semestre de 2020".

No comunicado divulgado no final de uma reunião de política monetária realizada em Vilnius, na Lituânia, a instituição sugere pela segunda vez um adiamento da primeira subida das taxas de juro na zona euro desde 2011.

Na sua reunião de março, o BCE disse que as manteria nos níveis atuais até finais de 2019, quando anteriormente indicava que esse nível seria mantido pelo menos até ao verão de 2019.

A taxa de juro aplicável às principais operações de refinanciamento está em zero e a taxa de depósito para os bancos vai permanecer negativa, em -0,40%.