BCP

BCP conclui programa de redução de pessoal com saída de quase mil trabalhadores

BCP conclui programa de redução de pessoal com saída de quase mil trabalhadores

O BCP fechou 2012 com menos 977 trabalhadores em Portugal, tendo antecipado o ajustamento ao nível da redução de pessoal previsto no programa de reestruturação do banco.

Em conferência de imprensa, Nuno Amado afirmou que o BCP concluiu o programa de redução de colaboradores, com a saída de 977 funcionários, dos quais 626 saíram por rescisão de mútuo acordo, 120 com reformas antecipadas e os restantes 231 em condições naturais, passando a empregar menos de 9000 trabalhadores em Portugal.

O banqueiro explicou que estava prevista uma redução de 1000 pessoas, em dois anos (2012 e 2013), que foi antecipado, adiantando que nos próximos anos apenas haverá reduções naturais (por reforma). Este processo deverá representar uma redução de 200 colaboradores por ano, acrescentou.

"Quisemos fazer o mais possível num curto espaço de tempo, porque é um processo que deve ser curto e bem feito", declarou.

A expetativa é conseguir uma redução superior a 50 milhões na rubrica de custos com pessoal em 2013 face a 2011.

Do total de trabalhadores que saíram do BCP, 15% eram colaboradores com ordenados acima de 3000 euros/mês.

Nas agências internacionais, o BCP chegou ao final de 2012 com menos 166 colaboradores, com tendências diversas em função dos mercados.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG