UE

Bruxelas corta projeção de crescimento de Portugal

Bruxelas corta projeção de crescimento de Portugal

A Comissão Europeia reviu em baixa as projeções de crescimento económico de Portugal, antecipando que o PIB português cresça 0,9% este ano e 1,2% em 2017.

Nas projeções económicas de outono divulgadas esta quarta-feira, Bruxelas antecipa que Portugal cresça 0,9% este ano contra os 1,5% esperados nas previsões de maio, e que acelere "ligeiramente" o ritmo de crescimento nos dois anos seguintes.

Para 2017, a estimativa do executivo comunitário é que Portugal cresça 1,2% (abaixo dos 1,7% previstos há seis meses) e, para 2018, a previsão aponta para um crescimento de 1,4%.

Estes números indicam também que a Comissão Europeia está mais pessimista do que o Governo português quanto à evolução da atividade económica, uma vez que o executivo liderado por António Costa espera um crescimento de 1,2% este ano e de 1,5% no próximo.

Bruxelas continua à espera de mais défice do que o Governo

A Comissão Europeia continua a antecipar que o défice orçamental de Portugal seja de 2,7% este ano e reviu ligeiramente em baixa a projeção para 2017, permanecendo mais pessimista do que o Governo.

Nas previsões económicas de outono, Bruxelas escreve que "se prevê que o défice orçamental [português] alcance os 2,7% do PIB [Produto Interno Bruto] em 2016", reiterando a previsão que tinha avançado anteriormente, e que se reduza para os 2,2% em 2017, mas que se agrave novamente em 2018, para os 2,4%.

PUB

O Governo português, por seu lado, espera que o défice seja de 2,4% do PIB este ano (ou seja, 0,3 pontos percentuais abaixo do antecipado por Bruxelas) e de 1,6% em 2017 (ou seja, menos 0,6 pontos percentuais do que o executivo comunitário).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG