O Jogo ao Vivo

Economia

Bruxelas lembra que salário mínimo na Grécia é superior aos de Portugal e Espanha

Bruxelas lembra que salário mínimo na Grécia é superior aos de Portugal e Espanha

A Comissão Europeia lembrou, esta segunda-feira, que o salário mínimo na Grécia é superior àqueles praticados em Portugal e Espanha, para rebater as críticas aos cortes suplementares exigidos pela 'troika' a Atenas para um segundo programa de ajuda.

Questionado durante a conferência de imprensa diária da Comissão sobre quão realista é a exigência da 'troika' (Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu) de que a Grécia reduza o salário mínimo, uma vez que o país já está sujeito a tantas medidas de austeridade, o porta-voz dos Assuntos Económicos aproveitou a oportunidade para "pôr as coisas em perspectiva".

"Para vossa informação, o salário mínimo na Grécia é de 751 euros por mês. Multipliquem por 14, porque há 14 meses, o que dá uma média de 870 euros por mês. Em termos comparativos, devo dizer por exemplo que em Portugal o salário mínimo é de 570 euros e em Espanha de 748 euros, se as minhas informações são corretas", afirmou Amadeu Altafaj Tardio.

O porta-voz garantiu que Bruxelas também está preocupada com a situação social na Grécia, mas reiterou a necessidade de a Grécia continuar a levar a cabo medidas estruturais.

"O objectivo deste programa é assegurar a sustentabilidade das contas públicas e recolocar a Grécia no caminho do crescimento e emprego", frisou.