Equiano

Cabo submarino da Google pode render 500 milhões ao PIB português

Cabo submarino da Google pode render 500 milhões ao PIB português

Equiano tem cerca de 15 mil quilómetros e liga a Europa a África passando por Sesimbra, onde ligará, esta semana, à estação de cabos submarinos da Altice.

O caminho mais curto para os dados globais passa por Portugal e a Google sabe-o. Esta semana, o segundo cabo submarino da multinacional norte-americana a utilizar Portugal como ponto de ligação será terminado, finalizando uma conexão até ao ponto mais extremo de África pela costa Oeste. O investimento de valor não revelado poderá render ao país até 500 milhões de euros no PIB anual, em oportunidades de negócio com países africanos que se juntam às proporcionadas pelo cabo EllaLink, com as américas.

"O [cabo] Equiano permite aumentar a capacidade para garantir estabilidade de serviço", resumiu Dana Eaton, vice-presidente da Cloud Google. "A Portugal, traz oportunidades de negócio com África e as américas que podem representar mais até 500 milhões de euros anuais no PIB", calculou.

O novo cabo, batizado de Equiano, terá mais de 15 mil quilómetros de comprimento e foi depositado no leito do oceano com a colaboração dos engenheiros da Altice. A CEO da empresa, Ana Figueiredo, explicou que "a Altice é o único operador que investiu em cabos submarinos em Portugal", sabendo que a tecnologia tem a vantagem de, face à transmissão por satélite, ter 20 vezes mais capacidade de rede, com maior largura de banda.

Os dados são o novo petróleo e Portugal quer estar no centro do Mundo nessa revolução. Quem o diz é António Costa, que elencou os recursos humanos e naturais disponíveis para alimentar as exigências da tecnologia.

"Esta revolução é a primeira para a qual Portugal parte em boa posição", apreciou o primeiro-ministro no evento desta terça-feira que marca a ligação do cabo Equiano a Sesimbra, esta semana. "Temos 47% dos nossos jovens com menos de 20 anos a estudar no ensino superior", explicou. "Estamos em terceiro lugar na União Europeia em número de licenciados em engenharias", acrescentou.

Se há atrativo para o negócio dos dados é a energia barata e Portugal, sublinhou António Costa, "tem a energia solar mais barata do Mundo".

PUB

Com um total de 20 cabos submarinos espalhados pelo mundo, a Google disse que vai continuar a investir em Portugal, como tem feito nos últimos 15 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG