PSD

Câmara de Ovar repõe as 35 horas semanais

Câmara de Ovar repõe as 35 horas semanais

O novo executivo da Câmara Municipal de Ovar reuniu com os sindicatos da Administração Pública e Local para definir a reposição das 35 horas de trabalho semanal para os funcionários da autarquia, com efeito já esta sexta-feira.

A posição do novo presidente da Câmara, o social-democrata Salvador Malheiro, surge no seguimento das providências cautelares apresentadas pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local e pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública, que assim pretendiam impedir a implementação da lei das 40 horas.

"Entendemos aceitar os efeitos imediatos da instauração da providência cautelar", refere o autarca em comunicado, "repondo o horário semanal de 35 horas laborais aos trabalhadores do município".

Salvador Malheiro explica que a sua decisão se prende com a consciência de que "o sucesso de qualquer instituição sempre passa pela motivação dos seus trabalhadores".

O autarca defende que, quando motivados, esses funcionários "são mais eficientes e eficazes", o que contribui para o "bom desempenho" do seu trabalho.

"Quem ganha é o município de Ovar", conclui.

Outras Notícias