O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Celestino substituiu péletes por lenha: "A alternativa são cinco toneladas para queimar"

Celestino substituiu péletes por lenha: "A alternativa são cinco toneladas para queimar"

Uso de péletes tornou-se incomportável e Celestino Pinto já pondera vender a salamandra.

Celestino Pinto vive em Meinedo, Lousada, e tem em casa três sistemas de aquecimento: ar condicionado, salamandra a lenha e salamandra a péletes. Esta última foi a mais recente aquisição. Era a que gerava mais conforto e dava menos trabalho, mas é a que vai deixar de funcionar já este inverno. E tudo porque o combustível com que a alimenta está quase três vezes mais caro.

É apenas um exemplo entre muitos dos que investiram em sistemas de aquecimento doméstico a péletes. Susana Faria, da empresa Machado e Alves, conta que tem uma colega que "tinha aquecimento a lenha, há dois anos optou pelo de péletes, porque dão menos trabalho e sujam também menos, e este ano já não o vai ligar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG