O Jogo ao Vivo

Economia

CGTP cancela marcha na ponte 25 de Abril

CGTP cancela marcha na ponte 25 de Abril

A CGTP-In cancelou a marcha marcada para sábado na Ponte 25 de Abril, em Lisboa, e marcou em alternativa uma concentração em Alcântara, informou a central sindical.

Apesar de a marcha ter sido cancelada, os autocarros que transportam pessoas das regiões sul e centro do país, segundo disse fonte sindical à Lusa, vão atravessar a Ponte 25 de Abril em direção a Alcântara e juntam-se aos manifestantes de Lisboa na jornada nacional de luta que a CGTP marcou para a capital e Porto.

O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, justificou hoje a proibição da marcha na Ponte 25 de Abril com "critérios de segurança e de legalidade", avançando que estas questões "não foram contestadas".

"Nenhuma destas questões (segurança e legalidade) foi até agora contestada, nem pelos promotores", disse Miguel Macedo aos deputados da Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

O ministro recordou que há pareceres desfavoráveis das entidades que legalmente têm a responsabilidade de garantir a segurança na Ponte 25 de Abril.

Na segunda-feira, a CGTP tinha garantido que ia manter a marcha e assegurou que criaria todas as condições de segurança necessárias.

Após uma reunião dos membros da comissão executiva da central sindical, realizada hoje, os planos foram alterados e a marcha já não se vai realizar.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG