Exclusivo

Clientes do "take-away" vão pagar taxa pela embalagem

Clientes do "take-away" vão pagar taxa pela embalagem

Medida do Governo avança em 2024 e só prevê reembolso se houver devolução ao restaurante. Material plástico de utilização única proibido a partir de 1 de julho.

Os clientes vão ter que devolver as embalagens de take-away aos restaurantes para serem reutilizadas, se não quiserem ficar a "arder" com a despesa. A partir de 2024, será cobrada uma tara, de valor ainda a definir. A devolução do dinheiro ao consumidor dependerá da entrega do recipiente emprestado pelo restaurante. Os estabelecimentos dizem ainda não saber como será possível operacionalizar. Em julho, os plásticos descartáveis são banidos.

O projeto de decreto-lei do Governo que transpõe a diretiva de 2019 da União Europeia, relativa à redução do impacto de determinados produtos de plástico no ambiente, aponta 1 de janeiro de 2024 como a data a partir da qual os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take-away ou com entrega ao domicílio, vão ter de disponibilizar alternativas reutilizáveis aos seus clientes. Irão cobrar um depósito, que será devolvido a quem devolver as embalagens.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG