Transportes

Comboios do Porto sem Multibanco ativo para bilhetes

Comboios do Porto sem Multibanco ativo para bilhetes

Revisores aceitam pagamento dom cartão nas viagens em todo o país menos nos serviços suburbanos do Norte.

Várias estações e apeadeiros nos serviços urbanos do Porto não têm bilheteira nem uma máquina de venda automática. Além disso, estes ingressos ainda não podem ser comprados pela internet. Resta aos utentes, mal entrem no comboio, dirigir-se a um revisor para adquirir o título de transporte. Mas os funcionários da CP no Norte do país ainda só aceitam notas ou moedas. Os terminais de pagamentos por Multibanco levam mais de dois anos de atraso.

Desde o final de 2018 que os revisores da CP começaram a contar com equipamentos portáteis em praticamente todos os serviços a nível nacional. Um smartphone com sistema operativo Android faz a leitura do bilhete ou do passe; o terminal TPA, além dos pagamentos, é utilizado para imprimir recibos, autos ou outros documentos que venham a ser necessários.

Na região do Porto, os novos equipamentos ainda não foram entregues porque é necessária a "integração com os títulos dos Transportes Intermodais do Porto e leitura de cartões do tipo Andante", adianta fonte oficial da transportadora ao JN/Dinheiro Vivo. Ainda não há data para os sistemas chegarem aos comboios.

O pagamento a bordo com cartão de crédito também está atrasado "devido à sua complexidade". Será necessário, por exemplo, "incluir os desenvolvimentos na aplicação CP, a nova versão e desenvolvimentos nos próprios terminais", além do processo de certificação da entidade gestora do sistema Multibanco (SIBS).

Até agora, a CP já distribuiu um total de 710 novos equipamentos de validação, mais 60 do que estava previsto inicialmente.

Além da conveniência de pagar com o cartão, os revisores, com estes terminais, também podem trabalhar de forma mais segura porque não necessitam de andar com dinheiro nos bolsos ou então ter de pedir trocos aos restantes passageiros.

PUB

A compra de bilhetes dentro dos comboios da CP apenas é permitida quando não há sistemas de venda de títulos na estação de embarque ou na área circundante à estação, 200 metros além da zona limitada pela estação, segundo as condições gerais de transporte.

Aquisição online

A compra de bilhetes pela internet e da aplicação móvel está disponível para os serviços regionais, inter-regionais e de longo curso.

Em perspetiva

A CP pondera passar a aceitar validações através de cartões de débito sem contacto - como está a ser testado pelo Metro do Porto. A acontecer, será necessário substituir a rede de validadores nos serviços urbanos de Lisboa e do Porto, além da adaptação do sistema de controlo de acessos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG