Última Hora

Comissão Europeia deu luz verde à EDP para vender seis barragens no Douro

Comissão Europeia deu luz verde à EDP para vender seis barragens no Douro

A Comissão Europeia aprovou, esta segunda-feira, a venda de seis barragens da EDP, no Rio Douro, ao consórcio francês que integra as empresas Engie, Mirova e Crédit Agricole, por se ter concluído que a operação não afeta a concorrência na União Europeia (UE).

"A Comissão Europeia aprovou, no âmbito do regulamento europeu de concentrações, a aquisição de seis centrais hidroelétricas em Portugal pela Engie, Mirova e Predica [filial do grupo Crédit Agricole], as três sediadas em França", referem o comunicado, onde se sublinha, ainda, que "a concentração proposta não suscitou preocupações de concorrência devido ao seu impacto limitado no mercado da UE".

Os empreendimentos em venda são maioritariamente do distrito de Bragança, nomeadamente Miranda do Douro, Bemposta e Picote, com 1,2 gigawatts (GW) de capacidade instalada e Baixo Sabor, Foz Tua e Feiticeiro (Vila Nova de Foz Côa), com um total de 0,5 GW de capacidade instalada.

A EDP havia anunciado em dezembro a venda das seis barragens ao consórcio francês por 2,2 mil milhões de euros.

Outros Conteúdos GMG