Orçamento 2017

CONFAP reclama apoio para despesas superiores aos manuais do 1.º Ciclo

CONFAP reclama apoio para despesas superiores aos manuais do 1.º Ciclo

A Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) considerou positiva a gratuidade dos manuais escolares no 1.º Ciclo e defendeu que outras despesas mais significativas deveriam ser apoiadas, como alimentação, transportes e material de artes.

"A gratuitidade parece-nos bem, mas há necessidade de alargar o apoio a outras despesas escolares, que são superiores", disse à agência Lusa o presidente da CONFAP, Jorge Ascensão.

O dirigente encara como "bem-vinda" a medida do governo para disponibilizar os manuais escolares aos alunos do 1.º Ciclo, mas considera que vai beneficiar quem precisa e quem não precisa.

"Deveria haver uma maior equidade quando temos outro tipo de necessidades na educação. Há famílias para as quais não é relevante e outras que precisam mais", sustentou.

A CONFAP, referiu, já transmitiu esta posição à secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão.

O orçamento para o ensino básico, secundário e administração escolar será reforçado com quase 180 milhões de euros face a 2016, segundo a proposta do Orçamento do Estado para 2017, que atribui à educação 6.022,7 milhões de euros.

O Governo apresentou na sexta-feira a proposta de Orçamento do Estado de 2017, que prevê um crescimento económico de 1,5%, um défice de 1,6% do PIB, uma inflação de 1,5% e uma taxa de desemprego de 10,3%.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG