Economia

Contrato dos navios asfalteiros será transferido para a Empordef

Contrato dos navios asfalteiros será transferido para a Empordef

O contrato para a construção de dois navios asfalteiros encomendados pela Venezuela aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo vai ser assumido pela Empordef, que passará a gerir a sua execução, disse esta quinta-feira o presidente daquela holding estatal.

"Temos perspetivada a transferência do contrato para o grupo Empordef, para uma das sociedades que vá gerir no futuro as diferentes empreitadas para dar materialização ao contrato", disse Vicente Ferreira, em resposta ao deputado do CDS-PP Abel Baptista.

O presidente da 'holding' estatal das empresas de Defesa, Vicente Ferreira, está a ser ouvido desde as 17 horas na comissão parlamentar de inquérito ao processo que levou à subconcessão dos terrenos e infraestruturas dos ENVC, que decorre no parlamento.

Em resposta ao deputado do PS Jorge Fão, que questionou se o gestor "ainda acredita" que os asfalteiros serão construídos, Vicente Ferreira disse que a liquidação da sociedade ENVC colocou "constrangimentos" à execução do contrato, mas "não impedirá" que sejam construídos, recorrendo à subcontratação, nos termos do modelo que está a ser negociado entre os dois Estados.

No início de fevereiro, as administrações dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e da Empordef retomaram, na Venezuela, as negociações para definir o futuro modelo de construção de dois navios asfalteiros, face à liquidação da empresa pública.

As reuniões envolveram a administração da empresa Petróleos da Venezuela (PDVSA) Naval, que em 2010 encomendou estes navios aos ENVC por 128 milhões de euros, e visaram definir um novo titular para este contrato, tendo em conta o fecho dos estaleiros públicos, cujos terrenos e infraestruturas já foram subconcessionados ao grupo Martifer.

Outras Notícias