O Jogo ao Vivo

Transportes

CP com 87 casos de covid-19 desde março

CP com 87 casos de covid-19 desde março

Há 87 trabalhadores da CP que foram infetados com covid-19 desde março. O novo coronavírus afetou 2,2% dos cerca de 4000 trabalhadores da transportadora ferroviária.

Novembro foi o mês com mais casos, segundo informação a que o JN/Dinheiro Vivo teve acesso e que se refere ao período entre março e o final da semana passada.

Os maquinistas foram os mais infetados, com um total de 18 casos; seguem-se os mecânicos, com 11 infeções, e os revisores, com 10 registos. Lisboa e Porto é onde há maior incidência.

Contágios de fora?

O sindicato dos maquinistas (SMAQ) não consegue explicar como é que esta categoria tem o maior número de casos. Estes trabalhadores trabalham em cabines, sem contacto com os passageiros, sugerindo que as contaminações vêm do exterior, lembra António Domingues. O facto de os maquinistas terem maior idade também ajuda a explicar porque a faixa 50 e 59 anos foi a mais atingida (24 casos).

O dirigente do SMAQ denuncia, contudo, o surgimento de um surto no centro de operações da empresa em Lisboa, que verifica a circulação de comboios nas linhas urbanas da região, confirmado por fonte oficial da transportadora. "Temos nove casos positivos entre 42 pessoas e já reforçámos as medidas de separação das equipas." Mas "não está em causa a gestão das operações", sublinha. A comissão de trabalhadores destaca "o desempenho muito bom" da transportadora. A "maioria dos seus quase 4000 funcionários tem trabalho presencial", dentro dos comboios, das bilheteiras e oficinas. "Se tivéssemos a mesma taxa de incidência do país teríamos mais de 100 casos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG