Greve

CP e sindicato dos maquinistas reúnem para tentar evitar greve no fim de ano

CP e sindicato dos maquinistas reúnem para tentar evitar greve no fim de ano

A CP e o Sindicato Nacional dos Maquinistas reúnem-se esta segunda-feira, às 15 horas, para tentar evitar a realização da greve de 1 de Janeiro, depois de três dias de paralisação na semana do Natal.

"A nossa expectativa é tentar evitar a greve. Vamos de boa fé para a reunião", afirmou à Lusa o presidente do SMAQ, António Medeiros.

O SMAQ decidiu avançar para a greve para contestar os processos disciplinares alegadamente ilegais interpostos pela empresa, estando prevista para 1 de Janeiro uma nova paralisação.

António Medeiros disse que, actualmente, estão em curso cerca de 200 processos disciplinares de maquinistas.

Estes processos representam "mais de 650 dias de previsão de suspensão, uma vez que a média de dias de suspensão ronda os quatro", explicou

O primeiro período de greve dos maquinistas, que começou na sexta-feira passada, terminou à meia-noite mas na segunda-feira de manhã ainda houve perturbações na circulação ferroviária.

Entre a meia-noite de sexta-feira e as 12 horas de segunda-feira, foram cancelados 2702 comboios devido à greve dos maquinistas, segundo cálculos feitos pela Lusa a partir de dados da empresa.

PUB

A CP estima um prejuízo de 2,5 milhões de euros com a greve da época natalícia.

Desde Fevereiro, as greves na CP já causaram um prejuízo acima dos dois milhões de euros, de acordo com a transportadora.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG