Economia

CP mantém transporte de carga na Linha do Minho

CP mantém transporte de carga na Linha do Minho

A transportadora ferroviária nacional assegurou, esta terça-feira, que a decisão de suprimir a ligação internacional a Vigo, na Galiza, não afectará o transporte de carga na mesma linha, que se vai manter inalterado.

"A supressão do serviço entre Valença/ Vigo/ Valença é uma decisão de âmbito estritamente comercial, com implicações unicamente ao nível do transporte de passageiros", afirmou à Agência Lusa fonte da CP. A decisão, acrescentou, "não tem qualquer relação com o transporte de carga".

Segundo a mesma fonte, a CP Carga activa semanalmente três comboios de mercadorias pela Linha do Minho até à fronteira com Espanha, em Valença. "O transporte a partir deste ponto é assegurado pela congénere espanhola", afirmou.

Nestes serviços são transportadas cerca de mil toneladas de carga por semana, o que eleva a um total anual de 50 mil toneladas, sobretudo de madeira.

A ligação a Espanha é feita através da centenária ponte metálica de Valença, que este ano assinala 125 anos, mas que a partir de domingo deixará de receber comboios portugueses e passará a ter um movimento ferroviário de mil toneladas semanais.

Em Maio passado, a Refer, responsável pela gestão da rede ferroviária, lançou a concurso público a empreitada de reforço daquela ponte internacional por 6,2 milhões de euros.

A CP justificou a decisão de suprimir a ligação até Vigo por representar um prejuízo mensal de 19600 euros e afirmou que não deve continuar "a perder dinheiro num serviço operado em território espanhol".

Todos os anos a empresa transporta cerca de 15500 passageiros no troço Valença/Vigo, que começa no Porto, duas vezes por dia, de segunda a domingo, mas que eleva o défice anual do serviço a cerca de 235 mil euros.

Outras Notícias