certificados de aforro

CTT alarga horário dos balcões por causa dos certificados de aforro

CTT alarga horário dos balcões por causa dos certificados de aforro

Os CTT disseram, esta quarta-feira, que, face ao aumento registado os últimos dias de produtos de dívida pública nos balcões dos correios, vão prolongar o horário de abertura de todas as 625 lojas do país até quinta-feira.

"Hoje e amanhã os subscritores destes produtos do IGCP terão até às 20 e às 21.00 horas para os subscreverem", disse fonte oficial. Ou seja, há balcões que encerram normalmente às 18 e outros às 19.00 horas, sendo que com esta medida vão fechar portas duas horas depois, entre hoje e quinta-feira.

A 15 de janeiro, o Governo anunciou que iria reduzir os juros dos certificados de aforro e do tesouro, a partir de fevereiro, refletindo a redução dos custos de financiamento do Estado, um ajustamento que se limita às novas subscrições.

Na altura, no final do Conselho de Ministros, a secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castel Branco, explicou que "o Estado tem que ser um bom gestor" e, "com um ajustamento tão forte das taxas que paga [no acesso ao mercado], tem que promover um ajustamento nos certificados de aforro e nos certificados do tesouro Poupança Mais.

A governante adiantou que as taxas sofrerão uma descida "a partir de fevereiro" e o que os valores "serão conhecidos assim que possível".

O ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Marques Guedes, precisou que os ajustamentos são para "os novos aforradores", realçando que "todos os atuais detentores de certificados não são afetados nas suas taxas".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG