Companhia aérea

Deputados aprovam audição de Pedro Nuno Santos sobre a TAP

Deputados aprovam audição de Pedro Nuno Santos sobre a TAP

A Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação aprovou esta quarta-feira a audição do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, sobre o plano de reestruturação da TAP, disse à Lusa o vice-presidente da entidade.

Segundo adiantou à Lusa Pedro Coimbra, os deputados apreciaram e votaram favoravelmente, por unanimidade, o requerimento de audição potestativo e com caráter de urgência apresentado pelo Bloco de Esquerda (BE) para que o plano de reestruturação da TAP seja apresentado no parlamento "em tempo útil" por Pedro Nuno Santos, mas não ficou ainda marcada a data da audição.

O anúncio da apresentação deste requerimento foi feito na passada quinta-feira, no plenário do Parlamento, pela deputada do BE Isabel Pires: "É incompreensível que o plano de reestruturação [da TAP] não seja conhecido. Sendo uma empresa tão importante, tendo o apoio público à empresa a dimensão que tem, não podemos aceitar que estas decisões sejam tomadas sem o devido escrutínio público, sem a garantia de que se está a proteger ao máximo o emprego desta empresa e o seu futuro", condenou.

Por isso mesmo, o BE exige que "o Governo venha ao Parlamento apresentar o plano de reestruturação em tempo útil para ele ser escrutinado".

Segundo Isabel Pires, "o Governo prometeu incluir os sindicatos na negociação e não cumpriu", tendo prometido igualmente que "o plano de reestruturação seria debatido, mas a data de entrega em Bruxelas aproxima-se rapidamente e não se conhece o documento".

"Não podemos aceitar que assim seja pelos milhares de trabalhadores e respetivas famílias ou pelo peso que a TAP tem na economia portuguesa e nas exportações, que será fundamental", justificou a deputada do BE.

PUB

Na perspetiva de Isabel Pires, "há demasiadas dúvidas no ar sobre os critérios subjacentes às escolhas no plano de reestruturação e à forma como está a ser conduzido", considerando que o país, os trabalhadores e a democracia merecem todas as explicações e informações.

Fonte oficial do Ministério das Infraestruturas informou que o Governo vai manter reuniões fechadas com os partidos com assento parlamentar, hoje e quinta-feira, sobre o plano de reestruturação da TAP, que será entregue à Comissão Europeia na quinta-feira, o último dia do prazo dado por Bruxelas.

O ministro das Infraestruturas e Habitação, que tem a tutela da aviação, não fará declarações aos jornalistas no final das reuniões, acrescentou a mesma fonte, mas o plano será apresentado publicamente pelo Governo depois da entrega a Bruxelas, em conferência de imprensa, ainda a ser marcada.

O Governo esteve reunido em Conselho de Ministros extraordinário na noite de terça-feira, para apreciar o plano de reestruturação da TAP, disse à agência Lusa fonte do executivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG