Economia

Desemprego chega aos 15,2% em abril e é o segundo maior da OCDE

Desemprego chega aos 15,2% em abril e é o segundo maior da OCDE

A taxa de desemprego em Portugal deverá ter atingido os 15,2% em abril, a segunda maior dos países com dados disponíveis de acordo com a OCDE, que reviu para melhor os números dos últimos três meses.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), cerca de 823 mil pessoas em idade ativa não teriam emprego em abril, mais cerca de 9 mil que em março. É o segundo pior registo entre os 34 países da OCDE.

Apesar da revisão nos cálculos apresentados, esta terça-feira, a OCDE continua a prever uma taxa de desemprego acima dos 15 por cento em abril e março.

Os destaque do mês passado, a organização esperava que o desemprego tivesse atingido os 15,3 por cento em março, mas reviu este número em baixa para os 15,1 por cento, aplicando revisões semelhantes para fevereiro (passa de 15 para 14,8 por cento) e em janeiro (de 14,8 para 14,7 por cento).

As revisões nas contas da OCDE são normais uma vez que os cálculos que a organização faz para obter uma taxa mensal de desemprego baseiam-se na taxa de desemprego trimestral divulgada pelo INE e pelo desemprego registado do IEFP.

Quando o destaque do INE ainda não foi publicado para o trimestre em questão é realizada uma extrapolação para os meses seguintes com base no destaque mais recente e os números do IEFP que saem mensalmente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG