Economia

Desemprego em Portugal atinge recorde de 12,4%

Desemprego em Portugal atinge recorde de 12,4%

O Instituto Nacional de Estatística anunciou, quarta-feira, uma taxa de desemprego de 12,4%, durante o primeiro trimestre do ano. É um máximo histórico para Portugal.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego entre Janeiro e Março aumentou 1,3 pontos percentuais face ao último trimestre de 2010, quando a taxa de desemprego se situou nos 11,1%.

Em termos homólogos, a taxa de desemprego aumentou 1,8 pontos percentuais. No primeiro trimestre de 2010, esta foi de 10,6%. Os inscritos nos centros de emprego em Abril totalizavam 541.974 desempregados, de acordo com os números do Instituto do Emprego e Formação Profissional, divulgados terça-feira.

Segundo o INE, o aumento reflecte, em parte, "o efeito de alterações introduzidas no modo de recolha e modificações no questionário do inquérito ao emprego".

Estas são as primeiras Estatísticas do Emprego feitas através do novo método, que passa a recolher a informação sobre emprego por telefone.

Esta alteração implica que deixam de ser viáveis as comparações directas com as estimativas anteriores, ou seja, entre o primeiro trimestre de 1998 e o último de 2010.

O INE tem agendada para esta tarde a divulgação global das Estatísticas do Emprego.

PUB

Analistas estimavam uma subida, mas inferiror à constatada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Os dados apontam para "um aumento da taxa de desemprego para 11,6%" entre Janeiro e Março, disse à agência Lusa, esta manhã, a economista do BPI Paula Carvalho, horas antes de serem conhecidos os números do INE.

"Continua a tendência de agravamento que se tem verificado há já algum tempo. A economia não cresceu de forma suficiente para suscitar a aceleração de novas contratações, o que gerou desemprego,", afirmou a responsável.

Outras Notícias