INE

Desemprego subiu para 6,5% em setembro e terá estabilizado em outubro

Desemprego subiu para 6,5% em setembro e terá estabilizado em outubro

A taxa de desemprego aumentou para 6,5% em setembro deste ano, mais 0,1 pontos percentuais do que no mês anterior, e deverá ter-se mantido nesse valor em outubro.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), a estimativa provisória da taxa de desemprego de outubro é 6,5%, o mesmo valor de setembro.

A taxa de desemprego de 6,5% em setembro é superior em 0,1 pontos percentuais ao do mês anterior e inferior em 0,1 pontos percentuais ao de três meses antes e ao do mesmo mês de 2018.

O valor de setembro representa uma revisão em baixa de 0,1 pontos percentuais da estimativa provisória divulgada há um mês.

Em setembro face a agosto, a população desempregada aumentou em 9,3 mil pessoas (2,8%) para 340,8 mil, mantendo-se "praticamente inalterada" em comparação com o mesmo mês do ano passado.

Para outubro, a estimativa provisória do INE para a população desempregada é de 340,0 mil pessoas, o que significa que terá ficado "praticamente inalterada" em relação ao mês anterior (setembro 2019) e diminuído 0,7% (2,5 mil) face ao mês homólogo de 2018.

A taxa de desemprego dos jovens terá diminuído 0,6 pontos percentuais em outubro face a setembro, para 18,3%, enquanto a dos adultos se terá mantido nos 5,6%.

Já a população empregada em setembro atingiu 4.871,0 mil pessoas, um aumento de 0,2% (10,4 mil) em relação ao mês anterior e de 1,2% (55,7 mil) em termos homólogos.

Em outubro, a população empregada terá diminuído 0,1% (4,0 mil) face a setembro, para 4.867,0 mil pessoas, e aumentado 0,9% (45,3 mil) em comparação com o mesmo mês de 2018, segundo a estimativa provisória.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG