Premium

Despedimentos coletivos triplicaram nas grandes empresas

Despedimentos coletivos triplicaram nas grandes empresas

Processos aumentaram pela primeira vez desde 2012. Abrangem, em média, cada vez mais trabalhadores.

O número de trabalhadores que perderam o emprego no âmbito de processos de despedimento coletivo aumentou para 3601 no ano passado. É uma subida de 3,5%, algo que não acontecia desde 2012, ano de grave crise económica e financeira em Portugal, indicam dados do Ministério do Trabalho. As empresas de maior dimensão foram as grandes responsáveis por este agravamento, tendo triplicado o número de pessoas despedidas entre 2017 e 2018.

Por região