Economia

Banco de Portugal prevê quebra dos salários em 2012 e 2013

Banco de Portugal prevê quebra dos salários em 2012 e 2013

O Banco de Portugal estima que os salários dos portugueses não aumentem nos próximos dois anos, apesar de os preços subirem 3,2% este ano.

Pelo contrário, em 2012 e 2013 deverá registar-se uma ligeira quebra salarial. O motivo? A degradação das condições do mercado de trabalho. Em concreto, a subida do desemprego.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Outras Notícias