banca

Carlos Costa: Remunerações dos depósitos devem ser "sustentáveis"

Carlos Costa: Remunerações dos depósitos devem ser "sustentáveis"

O Governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, disse, esta segunda-feira, que a captação dos depósitos é fundamental para o sistema financeiro, mas que esta deve ser feita tendo em conta a "sustentabilidade" das remunerações.

"A captação dos depósitos deve acontecer num contexto de sustentabilidade de remunerações", disse Carlos Costa, numa conferência organizada pelo "Diário Económico".

Num discurso em que enfatizou a importância de um "processo gradual e ordenado de desalavancagem" do sector bancário, o governador reiterou que os bancos devem "privilegiar estratégias de reforço da sua base de capital, de venda de créditos e activos não estratégicos face aos sectores públicos e privados e de reforço de fontes de financiamento estável, sobretudo dos depósitos captados junto de clientes".

No entanto, neste ponto, Carlos Costa pediu "sustentabilidade" nos prémios que são oferecidos aos depositantes, acrescentado que nesse assunto se ficava "por aqui".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG