Automóveis

Governo negoceia portagens para salvar 700 empregos da PSA em Mangualde

Governo negoceia portagens para salvar 700 empregos da PSA em Mangualde

Novo modelo do grupo liderado por Carlos Tavares poderá pagar classe 2 nas portagens nas autoestradas. Fábrica poderá montar menos 20 mil unidades.

O Governo está a renegociar os contratos de concessão das autoestradas com a Brisa desde o final do ano passado. Esta é a reação do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas ao alerta ontem deixado pelo grupo Peugeot-Citröen (PSA) em Portugal: se não houver alteração das classes das portagens, o investimento em Mangualde está em risco. Em causa estão 700 postos de trabalho.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia