Economia

IMI muda e o susto é já em 2012

IMI muda e o susto é já em 2012

As regras do IMI vão mudar e o objectivo é que se traduzam numa receita adicional de pelo menos 250 milhões de euros. O "susto" vai ser repartido em dois momentos: no primeiro, já em 2012, as isenções sofrem uma redução significativa. O segundo chega em 2013, com a subida do valor patrimonial dos imóveis que não foram ainda reavaliados.

No memorando de entendimento que assinou com Portugal, a troika incluiu uma receita que lhe é habitual: a reavaliação global dos imóveis. A medida não é uma total surpresa, estava até no "pacote" da reforma da tributação do património e estipulava-se um prazo de dez anos (terminaria em 2013) para que esta reavaliação fosse feita. Só que nunca saiu do apel.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia