Economia

Pedro Cosme: "Saída do euro é inevitável"

Pedro Cosme: "Saída do euro é inevitável"

"A saída do euro é inevitável", afirmou Pedro Cosme, na conferência organizada pelo Núcleo de Investigação em Finanças Públicas e Política Monetária da Faculdade de Economia do Porto.

A explicação que avança para esta inevitabilidade é o valor dos salários, "para nos mantermos na zona euro os salários têm que descer muito e não estamos preparados para tal, porque as pessoas não aceitariam uma descida de salários na ordem dos 20 a 25%, que era o necessário".

Portugal "aumentou muito os salários na década de 2000 por isso desequilibrou a economia, para voltar a equilibrar teria que repor os salários nos valores de 2000, ou seja menos 20 a 25%", frisou.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

ver mais vídeos