Economia

Schäuble oferece a Grécia aos EUA em troca de Porto Rico

Schäuble oferece a Grécia aos EUA em troca de Porto Rico

O ministro das Finanças alemão é conhecido por ser um homem de respostas rápidas e incisivas, mas não por um sentido de humor demolidor. Hoje, aconteceu a exceção que confirma a regra.

Na conferência do Bundesbank, em Frankfurt, Wolgang Schäuble, disse, em tom de piada, que a União Europeia podia ficar com Porto Rico (país da área do dólar que está na bancarrota) se os Estados Unidos ficassem com a Grécia.

Piada demolidora, nem que seja no sentido literal, já que surge a três dias da reunião final que ditará ou não um acordo sólido e duradouro entre os credores e a Grécia. Acordo que, dizem, poderá evitar o pior: a saída da Grécia do euro e/ou a destruição total dos bancos gregos e do tecido economico-social do país com 11 milhões de habitantes.

"Num dia destes fiz uma oferta ao meu amigo Jack Lew [o seu homólogo norte-americano, secretário de Estado do Tesouro do governo Obama], que poderíamos ficar com Porto Rico na zona euro se os Estados Unidos estivessem dispostos a ficar com a Grécia na união do dólar", atirou o ministro alemão, conhecido por ser um dos mais duros e inflexíveis nesta crise história da moeda única. A citação foi retirada da Bloomberg, que acompanhou a conferência em Frankfurt.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia