Economia

UGT quer aumentos entre 2 e 3% para 2012

UGT quer aumentos entre 2 e 3% para 2012

A UGT aconselhou esta quinta-feira os seus sindicatos a reivindicarem aumentos salariais entre os 2 e os 3% para o próximo ano.

Para a central sindical, a revisão dos salários deve ser feita com base na produtividade, na inflação prevista e na situação económica específica de cada sector ou empresa.

A política de rendimentos da UGT, aprovada hoje pelo seu secretariado nacional, defende ainda uma "distribuição mais justa da riqueza criada e a negociação de situações estruturais nas empresas, que prevejam contrapartidas direccionadas para o aumento do emprego".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia