Economia

Louçã defende que "Portugal tem de resistir" à saída do Euro

Louçã defende que "Portugal tem de resistir" à saída do Euro

Francisco Louçã considera que "Portugal está a ser empurrado para sair do Euro", mas defende que o País deve resistir porque as consequências dessa retirada seriam terríveis".

Enfrentariamos uma "desvalorização de 30% na moeda" a que teriamos de somar uma brutal inflação no crédito, porque os empréstimos continuaram a ser pagos em euros, lembrou em declarações ao Dinheiro Vivo.

O líder do BE discorda, assim, de João Ferreira do Amaral quando, esta segunda-feira, em entrevista ao DN, disse que Portugal deveria preperar essa transição para a saída do euro, com o apoio da UE, por considerá-la inevitável.

Leia mais em Dinheiro Vivo, a sua nova marca de economia

Outros Artigos Recomendados