OCDE

OCDE propõe corte permanente na Taxa Social Única dos salários mais baixos

OCDE propõe corte permanente na Taxa Social Única dos salários mais baixos

A OCDE junta-se ao FMI e defende um na Taxa Social Única (TSU) dos trabalhadores com menores salários, esperando dessa forma reduzir os custos das empresas com os mais jovens. E quer que esse corte seja permanente.

Portanto, há um problema a resolver no curto prazo e passa por "reduzir o peso dos impostos e contribuições nos trabalhadores menos qualificados" e, especialmente, "nos trabalhadores mais jovens".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG