Economia

Passos Coelho admite desvio de 2,3 mil milhões de euros

Passos Coelho admite desvio de 2,3 mil milhões de euros

Pedro Passos Coelho admite um desvio de 2,3 mil milhões de euros nas contas públicas, escreve o Expresso na sequência da frase "desvio colossal", alegadamente dita no Conselho Nacional do PSD. É assim que o gabinete do primeiro-ministro reage ao jornal Expresso, que dá conta da dimensão do desvio nas contas públicas esperado pelo primeiro-ministro.O Expresso conta que na reunião do Conselho Nacional do PSD, na passada terça-feira, Passos Coelho terá apontado para um desvio orçamental no final do ano, entre 2,1 e 2,3 mil milhões de euros. Foi nessa reunião que Passos Coelho usou a palavra "colossal", que depois deu origem a críticas por parte da oposição.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Outros Artigos Recomendados