Alerta

Pediram-lhe a casa em troca de crédito fácil? Leia duas vezes

Pediram-lhe a casa em troca de crédito fácil? Leia duas vezes

Banco de Portugal faz alerta sobre "entidades intermediárias" que prometem crédito fácil. Taxas podem ascender a 300%

Funciona como uma espécie de assédio encoberto e está a deixar muitos portugueses em maus lençóis. O Banco de Portugal tem tomado conhecimento de "diversas situações" em que empresas ou entidades singulares propõem empréstimos facilitados, exigindo em troca a entrega de cheques pré-datados ou até a propriedade de carros ou casas.

"Muitas vezes de forma ardilosa e aproveitando-se da situação de especial necessidade das pessoas, estas entidades têm como único objetivo receber o pagamento do crédito concedido, acrescido de taxas de juro anuais que chegam a ultrapassar 300%, ou a aquisição definitiva da propriedade dos bens móveis e imóveis, por um valor bastante inferior ao seu valor de mercado", alerta o Banco de Portugal.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia