IVA

Primeiro-ministro admite eliminação da taxa intermédia do IVA

Primeiro-ministro admite eliminação da taxa intermédia do IVA

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou que a eliminação da taxa intermédia do IVA "é uma possibilidade", mas afastou um cenário de aumento da taxa normal deste imposto.

Em entrevista à RTP1, esta terça-feira à noite, o primeiro-ministro reiterou que o Governo vai fazer "uma reclassificação de bens e de serviços, de produtos que hoje estão taxados ou à taxa intermédia ou à taxa reduzida" do IVA.

Questionado se a taxa intermédia do IVA, actualmente de 13%, vai manter-se, Passos Coelho respondeu: "Não posso garantir isso". A eliminação dessa taxa "é uma possibilidade", mas "não é uma decisão que já esteja tomada".

Ainda a este propósito, o primeiro-ministro fez questão de dizer que "não está prevista qualquer eventualidade de agravamento da taxa normal do IVA", fixada nos 23%, e referiu que redução da Taxa Social Única (TSU) vai ter "de ser financiada com a reestruturação do IVA".