Economia

Sócrates recusou swaps em três reuniões com Pais Jorge

Sócrates recusou swaps em três reuniões com Pais Jorge

Em três reuniões, Joaquim Pais Jorge, hoje secretário de Estado do Tesouro, sugeriu ao então primeiro-ministro José Sócrates que utilizasse instrumentos financeiros complexos - como swaps - para tapar dívida. Em 2005, data das reuniões, Pais Jorge era o responsável do Citigroup em Portugal mas a utilização dos instrumentos foi, em todas as reuniões, recusada por Sócrates.

Nem o primeiro-ministro nem Pais Jorge reagiram na notícia da SIC, mas as reuniões acrescentam às dúvidas que já existiam sobre o papel do atual secretário de Estado do Tesouro nas perdas potencias - 3,3 mil milhões de euros - geradas pelos swaps até ao final de 2012. Na semana passada, e confrontado no Parlamento com as reuniões onde terá proposto estes instrumentos, Pais Jorge foi contraditório. "Não posso evidenciar que tenha estado sequer nessa apresentação. Não me lembro se estive", garantiu. Mesmo assim, a reunião consta dos registos do Citigroup e da agenda de São Bento nesse ano.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG