BES

PSD quer saber "fundamentos" para pedir esclarecimentos a Cavaco Silva

PSD quer saber "fundamentos" para pedir esclarecimentos a Cavaco Silva

O PSD disse esperar conhecer os requerimentos da Oposição para que o presidente da República preste esclarecimentos na comissão de inquérito BES/GES, mas lembra que até ver não houve um único pedido de documentação ou audição chumbado.

Quando os textos forem apresentados "veremos quais são os seus fundamentos", sublinhou o deputado coordenador do PSD na comissão de inquérito, Carlos Abreu Amorim.

O parlamentar falava aos jornalistas à margem da audição de hoje da comissão - de José Honório, ex-administrador do BES e do Novo Banco - e depois de PS, PCP e Bloco de Esquerda terem anunciado que querem Cavaco Silva a prestar esclarecimentos sobre encontros tidos com Ricardo Salgado em 2014.

"Nesta comissão de inquérito ainda não houve um único requerimento quer de documentação quer de audições que tenha sido chumbado, espero que esse espírito de consenso continue", sinalizou Carlos Abreu Amorim.

O antigo presidente executivo do BES Ricardo Salgado reuniu-se duas vezes em 2014 com o Presidente da República tendo alertado Cavaco Silva sobre os "riscos sistémicos" envolvendo o GES e o BES, diz o ex-banqueiro em carta endereçada à comissão parlamentar de inquérito e a que a agência Lusa teve acesso.