Economia

Os pára-lamas do sucesso da Polisport

Os pára-lamas do sucesso da Polisport

Não é só em Silicon Valley que nascem negócios de sucesso em garagens. No longínquo ano de 1978, atrás de um banal portão de ferro fundido na pacata vila de Vale de Cambra, próximo de Aveiro, o sonho de Pedro Araújo começava a tomar forma. Nascia a Polisport, como produtora de peças em plástico para motociclos de competição.

Depois veio a diversificação para componentes de bicicletas, sempre com recurso a resinas de alta tecnologia, até chegar a bancos de bebés para colocação em velocípedes. A especialização da Polisport vale-lhe a presença em mais de 60 mercados internacionais e uma lista infindável de prémios, um dos últimos o Prémio Inovação COTEC para a empresa portuguesa mais inovadora em 2010.

ver mais vídeos