O Jogo ao Vivo

Habitação

É preciso trabalhar 11 anos para poder comprar uma casa

É preciso trabalhar 11 anos para poder comprar uma casa

Segundo a OCDE, há uma década seriam precisos 9,5 anos para as famílias comprarem um imóvel de 100m2.

Uma família portuguesa precisaria de 11,4 anos de rendimento disponível para conseguir comprar uma casa de 100 metros quadrados, sem recurso a empréstimos. As contas são da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE) e constam do relatório "Tijolo a tijolo: Construir melhores políticas de habitação", divulgado na segunda-feira.

O rendimento disponível respeita ao montante que as famílias retêm depois dos impostos e descontos para a Segurança Social, por exemplo. Este exercício serve para ilustrar a subida dos preços das casas na maior parte dos países-membros nos últimos anos.

Analisando a última década, os portugueses precisam de trabalhar um pouco mais para conseguirem comprar uma casa de uma dimensão semelhante, que corresponderá a um T3 - três quartos, uma sala e uma cozinha. Em 2010, utilizando a mesma métrica, seriam necessários 9,5 anos para acumular um valor suficiente. Ou seja, registou-se um aumento de 1,9 anos. E tem vindo sempre a subir, mesmo em tempo de pandemia, assinala a organização sediada em Paris.

Portugal surge no grupo de países onde o rácio preço/rendimento (que permite perceber a capacidade de aquisição das famílias) durante o ano de covid-19 manteve um "aumento constante", surgindo ao lado de estados como a Áustria, o Chile, a Finlândia, a Alemanha, o Luxemburgo ou a Suíça.

O mesmo acontece com o preço das casas. Portugal surge no grupo de países onde o aumento dos preços reais das casas, entre 2019 e 2020, foi mais expressiva: 7%, como na Alemanha, por exemplo.

13%

PUB

O Luxemburgo foi o país da OCDE onde se registou um aumento mais expressivo do preço das casas entre 2019 e 2020, na ordem dos 13%.

40%

O estudo da OCDE sobre habitação revela que um terço dos agregados mais pobres gasta pelo menos 40% do rendimento na renda da casa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG