Eurostat

Economia portuguesa com maior crescimento da UE no 1.º trimestre

Economia portuguesa com maior crescimento da UE no 1.º trimestre

O PIB de Portugal registou o maior crescimento homólogo (11,9%) no primeiro trimestre do ano, período em que as economias da zona euro e da UE avançaram 5,4% e 5,6%, respetivamente, divulga o Eurostat.

O ritmo do crescimento homólogo do Produto Interno Bruto (PIB) acelerou, no primeiro trimestre, na zona euro e na União Europeia (UE), face aos 4,7% e de 4,9% registados no período anterior.

De acordo com o serviço estatístico comunitário, na variação em cadeia, o PIB da zona euro cresceu 0,6% e 0,7%, entre janeiro e março, depois de ter aumentado 0,2% e 0,5% nos últimos três meses de 2021.

PUB

Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, o PIB aumentou em todos os Estados-membros, com destaque para Portugal (11,9%), seguindo-se a Irlanda (11,3%) e a Eslovénia (9,6%).

Face ao trimestre anterior, a economia da Irlanda foi a que mais avançou (10,8%), seguindo-se a da Roménia (5,2%) e a da Letónia (3,6%), com a Suécia (-0,8%), a França (-0,2%) e a Dinamarca (-0,1%) a registarem recuos no PIB. Portugal apresentou a quarta maior subida trimestral, de 2,6%.

No que respeita ao emprego, este indicador subiu, face aos três primeiros meses de 2021, 2,9% na zona euro e 2,8% na UE e, respetivamente, 0,6% e 0,5% na comparação com o trimestre anterior.

A Irlanda (12,3%) registou a maior subida homóloga da taxa de emprego, seguida da Grécia (8,0%) e da Dinamarca (6,0%), não tendo sido registado qualquer recuo.

Na comparação trimestral, a Estónia (3,5%), a Letónia (2,1%) e Portugal (1,7%) apresentaram as maiores subidas, com o indicador a recuar na Polónia (-0,6%) e na Croácia (-0,1%).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG