"Luanda Leaks"

Efacec diz que não tem contas congeladas

Efacec diz que não tem contas congeladas

A Efacec esclareceu esta terça-feira que não tem as contas congeladas e que "está a operar a todos os níveis", sublinhando que a sociedade e os seus acionistas "são entidades distintas".

No dia em que o Ministério Público requereu o arresto de contas bancárias da empresária Isabel dos Santos, no âmbito do pedido de cooperação judiciária internacional das autoridades angolanas, a Efacec veio esclarecer, em comunicado, que a empresa e os seus acionistas "são entidades distintas", pelo que as contas da empresa "não foram congeladas, nem em Portugal nem em qualquer outro país".

A Efacec garantiu ainda que "está a operar a todos os níveis", continuando a desenvolver e a participar em projetos nas áreas da energia, ambiente e mobilidade.

No documento, o Conselho de Administração da Efacec expressou também "o seu agradecimento pelo apoio fundamental que tem recebido por parte dos seus clientes, fornecedores, instituições bancárias e colaboradores".

O Ministério Público requereu o arresto de contas bancárias da empresária Isabel dos Santos, no âmbito do pedido de cooperação judiciária internacional das autoridades angolanas, confirmou esta terça-feira à agência Lusa a Procuradoria-Geral da República (PGR).

"Confirma-se que o Ministério Público requereu o arresto de contas bancárias, no âmbito de pedido de cooperação judiciária internacional das autoridades angolanas", informou à Lusa a PGR depois de questionada sobre a notícia do Expresso 'online' que indicava que a Justiça portuguesa congelou contas bancárias da empresária angolana.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG