Eurostat

Em média cada português gasta 1800 euros em transportes

Em média cada português gasta 1800 euros em transportes

As famílias portuguesas gastaram, em 2018, cerca de 13,4% das suas despesas anuais em transportes individuais e públicos, valor acima de média europeia.

No total, as deslocações custaram mais de 18 milhões de euros aos portugueses, que dá uma média de 1830 euros a cada cidadão, segundo dados do Eurostat. Os gastos em transportes representaram 9,3% do PIB português.

Na União Europeia, as famílias gastaram cerca de 13,2% das suas despesas de consumo em transportes, mais de 1,1 mil milhões de euros por ano, o que custou, em média, 2220 euros a cada habitante. Este é o segundo maior gasto das famílias europeias: a maior parte das despesas é com a habitação, com 24%, seguem-se os custos com transportes e em terceiro lugar os gastos em alimentos e bebidas não alcoólicas, com 12,1%.

Dos países que mais gastam em transportes está a Eslovénia, com uma percentagem de gastos de 16,9%, o que representa em média um valor de 2060 euros por cada habitante. No extremo oposto está a Eslováquia que, apesar de ter aumentado o seu consumo nos transportes nos últimos anos, continua a ser o país que gasta menos com 6,6%. As famílias eslovenas gastam apenas 600 euros em transportes por habitante.

Entre 2008 e 2018, alguns países conseguiram baixar as suas despesas com transportes. A maior queda foi na Roménia que baixou de 15,1% em 2008 para 11,2% em 2018. Também a Bulgária e o Chipre reduziram as despesas em transportes. Contudo, houve países em que a tendência foi para um aumento, como na Polónia, Eslovénia, Alemanha, República Checa, Espanha, Irlanda, Letónia, França e Eslováquia, por ordem de maior aumento percentual. Em Portugal, no último ano, entraram em vigor alterações aos preços dos passes, o que poderá contribuir para a redução desta despesa per capita no futuro.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG