O Jogo ao Vivo

Economia

Empregos que ninguém quer são mais de 20 mil

Empregos que ninguém quer são mais de 20 mil

O Instituto do Emprego e Formação Profissional está a receber mais ofertas de emprego este ano do que nos anteriores e o número de colocações tem também aumentado, mas, ainda assim, no final do mês de abril, estavam tecnicamente por preencher 20 849 ofertas.

Comércio, turismo e restauração, e imobiliário e serviços de apoio são as atividades que mais procuram novos trabalhadores.

Entre janeiro e abril deste ano, as empresas colocaram nos centros de emprego 63 942 ofertas de trabalho, o que traduz uma subida de 11,8% (ou de mais 6768 ofertas) face ao número registado nos primeiros quatro meses do ano passado. O número de colocações ascendeu, por seu lado, a 41 943, o que revela um crescimento de 19,9% face ao período homólogo de 2014.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG