Economia

ERSE mantém compensação para clientes da EDP com erros nos contadores

ERSE mantém compensação para clientes da EDP com erros nos contadores

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos decidiu, esta segunda-feira, manter a compensação de sete milhões de euros para os clientes da EDP - Distribuição em tarifa bi e tri-horária afetados por erros nos contadores, a pagar "de forma automática".

A ERSE conta agora com a "concordância global" do Conselho Tarifário, apesar da EDP ter contestado antes o valor, considerando que os consumidores com desajustes superiores a 15 minutos já tinham sido ressarcidos.

"A compensação agora decidida, para o conjunto de consumidores em tarifa bi-horária e tri-horária, corresponde a um valor total de sete milhões de euros e já toma em consideração as situações em que, comprovadamente, os consumidores já tenham sido compensados dos problemas detetados nos contadores", adianta a ERSE, num comunicado.

Em julho de 2012 foi determinada a realização de uma auditoria para analisar "as realidades existentes ao nível dos contadores multi-tarifa e dos procedimentos internos adotados pela empresa EDP Distribuição (e pelas empresas Electricidade da Madeira e Electricidade dos Açores, para as regiões autónomas)" que concluiu que, "até maio de 2012 não era guardado registo das intervenções efetuadas pela EDP Distribuição, impossibilitando um cálculo de prejuízos resultantes dos desajustes dos relógios caso-a-caso".

Segundo a auditoria, no final de 2012, tanto o conjunto de contadores objeto de intervenção como os que não sofreram qualquer atuação local, apresentavam em 95% dos casos de desvios de hora do relógio inferiores a 10 minutos, não havendo "evidência de comunicação a todos os consumidores afetados por anomalias do contador".

Com base nestas conclusões, a ERSE "considerou uma compensação média a todos os consumidores com tarifa bi-horária e tri-horária, devendo esta ser paga pela EDP Distribuição de forma automática".

Esta compensação diz somente respeito a Portugal continental, sendo a situação das regiões autónomas dos Açores e da Madeira tratadas de forma específica e de acordo com os resultados de outras auditorias que ainda estão a decorrer.

Em junho do ano passado, a ERSE decidiu a compensação de 105.869 clientes afetados por erros nos contadores, num montante de 4,1 milhões de euros, determinando agora a compensação dos restantes consumidores com contadores bi e tri-horário.

Outras Notícias