Energia

Espanha prolonga medidas fiscais de redução do preço da eletricidade

Espanha prolonga medidas fiscais de redução do preço da eletricidade

O Governo espanhol decidiu prolongar por mais quatro meses (janeiro-abril) as medidas em vigor para aliviar o impacto sobre os consumidores do aumento do custo da eletricidade, como a redução do IVA de 21% para 10%.

Essas medidas incluem ainda a diminuição do imposto especial sobre a eletricidade de 5,1% para 0,5%, assim como a suspensão do imposto de 7% sobre a produção de eletricidade.

A decisão do Conselho de Ministros espanhol coincide com o novo recorde de preço no mercado grossista de eletricidade que na quarta-feira será de 360,02 euros por megawatt-hora (MWh) em média por dia, quase mais 10% do que o preço desta terça-feira.

As medidas fiscais prorrogadas, que deveriam expirar em 31 de dezembro, vão ter um impacto anual adicional nas contas públicas de dois mil milhões de euros, segundo a porta-voz do executivo espanhol, Isabel Rodríguez.

O Governo espanhol tinha indicado em setembro passado, quando aprovou este pacote de medidas, que a aplicação deste plano de choque iria aliviar o esforço económico dos consumidores para cobrir a sua procura de eletricidade em 2021 ao mesmo nível que em 2018, cerca de 600 euros por ano no caso de um consumidor médio de baixa tensão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG