Economia

Estado arrecada mais 2500 milhões de euros com IRS até novembro

Estado arrecada mais 2500 milhões de euros com IRS até novembro

O Estado arrecadou para os seus cofres mais 2500 milhões de euros só em receitas com o IRS nos primeiros onze meses do ano, em comparação com igual período de 2012, ajudando as receitas fiscais a crescerem 9,2%.

De acordo com a Direção-Geral do Orçamento, na síntese de execução orçamental divulgada esta segunda-feira com os números dos primeiros onze meses do ano, o Estado conseguiu mais 2507,5 milhões de euros em receitas com IRS do que no mesmo período de 2012, elevando a receita total deste período para os 10,6 mil milhões de euros.

Este aumento corresponde a um crescimento de 30,9% na receita com este imposto.

No IRC o crescimento é muito menos expressivo, ficando-se por um aumento de 9,2%, correspondente a mais 319,9 milhões de euros face aos primeiros onze meses de 2012, elevando para 3799,9 milhões de euros a receita com o IRC.

O IVA, que continua a ser imposto que mais dá receita ao Estado está em valores positivos desde há poucos meses, e regista um crescimento de 165,6 milhões de euros face ao mesmo período de 2012, atingindo os 12063,2 milhões de euros.

O Imposto Único de Circulação (vulgarmente conhecido como o selo do carro) também deu uma receita acrescida ao Estado na ordem dos 40 milhões de euros, e o imposto sobre as bebidas alcoólicas cerca de 3,7 milhões de euros.

O ISP, o imposto sobre veículos, o imposto sobre o tabaco e o imposto de selo continuam em valores negativos.

No total, a receita fiscal do Estado cresceu 9,2% nos primeiros onze meses do ano, face ao mesmo período de 2012, com o Estado a encaixar mais 2666,1 milhões de euros em impostos que há um ano.